Terça-feira, 7 de Julho de 2009

Apresentar obra





Fixem o olhar na foto. Há um sanitário público, correcto? Agora desviem esse mesmo olhar (pode ser outro, mas funciona melhor se for o mesmo) para a vossa direita. Vêem uma árvore? Ok, estão no caminho certo. Portanto, à direita dessa árvore está o quiosque do gajo que é uma espécie de Pacheco Pereira das bancas dos jornais.

Agora que já captaram o elemento mais importante desta praça, vamos à notícia.

“É um contrato desastroso para a autarquia”, qualifica o vereador José Elísio, em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS. O sanitário instalado na Praça 8 de Maio (também conhecida como “Praça dos Táxis”) está a ser utilizado, em média, por 3,6 pessoa por dia. Assim, cada vez que alguém o utiliza, os munícipes pagam cerca de 19 euros. Por seu turno, os utilizadores desembolsam 20 cêntimos.
O equipamento foi ali colocado em regime de aluguer no mandato de Santana Lopes. Decorridos 10 anos, a câmara já pagou cerca de 200 mil euros. Mas o contrato só termina em 2013, o que representa uma despesa de 110 mil euros.”
*

Se o vereador do Ambiente avançar para a rescisão do contrato, a edilidade tem de pagar uma indemnização de 20 mil euros. Contudo, como os referidos números indicam, a câmara sai a ganhar, ao poupar 90 mil euros. A inauguração teve honras de uma cerimónia, com a presença de autarcas do executivo municipal da altura. O contrato inclui limpeza e manutenção.
In Diário das Beiras

Só vejo duas soluções para esta brincadeira do Sr. Lopes. Uma delas, sugerida pelo excelentíssimo meu irmão – que vão poder ver em acção no quiosque algumas semanas no Verão - seria quebrar de imediato o contrato (poupavam-se logo 90 mil euros!) e colocar o dito sanitário à porta da residência do Sr. Lopes. Eu ía um pouco mais longe. O sanitário viajava na mesma para Lisboa, onde seria utilizado como mesa de voto da freguesia do Sr.Lopes, no dia das eleições para a CML. E, claro, obrigava o gajo a colocar moedinha para poder votar.

* 310 mil euros, em linguagem de quiosque, dão para fornecer diariamente todos os jornais nacionais à Biblioteca Municipal durante 60 anos. Em linguagem Lopes dão para limpar o rabo a 3,6 pessoas por dia, durante 15 anos. É obra(r)!
publicado por ardinario às 15:29
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.ardinario

RSS

.posts recentes

. A ORLANDA NÃO PERCEBE

. O PERFUME QUE ERA MEU

. O 11 DE SETEMBRO DOS QUIO...

. 3000 METROS OBSTÁCULOS

. Abra-se o livro!

. A vida dá muitas voltas

. À atenção dos accionistas...

. QUIOSQUE QUE LADRA NÃO MO...

. Última hora!

. O CURSO DE LÍNGUAS E O RO...

.arquivos

. Janeiro 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2013

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.links