Terça-feira, 9 de Janeiro de 2007

A ajuda do público deu nisto...

Antes de mais, tenho que agradecer a todos os que participaram no post anterior. Dessa forma pude perceber o que estava mal, o que podia ser melhorado, o que devia ser eliminado e o que devia ser mantido.
Não houve consenso em relação às duas propostas apresentadas. Para alguns, a proposta 1 era a melhor, para outros seria a 2. Houve quem não gostasse de nenhuma e houve quem sugerisse juntar as duas para dar a escolher ao cliente. Foi o que fiz.

Vamos por partes.
A entrega do jornal em casa ou escritório é sem dúvida uma boa vantagem. No entanto, para o quiosque tem alguns contras. O que fazer quando o cliente não está em casa é o que mais me preocupa? Disse aqui que o jornal poderia ser deixado na caixa de correio, mas se pensarmos no Publico ou DN de 6ª feira, nos semanários ou vários jornais ao mesmo tempo, nem com a ajuda do Luis de Matos a coisa lá ia... Penso que o problema tem que ser resolvido caso a caso, com o cliente, pelo que esta vantagem mantém-se na proposta.
A oferta de jornais na compra de cartões pré-pagos estava de facto mal elaborada, como alguém comentou. Não faz sentido oferecer 1 jornal com um cartão de 20 euros e 2 jornais com um cartão de 50 euros. A oferta mantém-se, mas com valores diferentes.
Havia vantagens demasiado vagas, como muitos referiram. "Garantia antecipada da sua publicação preferida" era uma delas. Eliminou-se. "Promoções exclusivas e sazonais" idem. A "newsletter semanal" eliminou-se devido essencialmente aos custos associados, mas poderá surgir posteriormente, assim como a "colocação gratuita de de anúncios", que só iria beneficiar uma ínfima parte de clientes.
Outras vantagens tornaram-se mais esclarecedoras. Os pontos amealhados dão direito a vantagens directas e o sorteio mensal oferece um vale de compras de valor fixo. O brinde surpresa no dia de aniversário é isso mesmo... uma surpresa.
A vantagem da happy hour é a única que me parece estar ali caída do céu, sem fazer muito sentido. Ideias precisam-se...

Como referi em cima, e seguindo o que alguém escreveu, seria bom oferecer 2 cartões a diferentes tipos de cliente. Um cartão para aquele cliente de compras mais esporádicas, mas que gostará de beneficiar de algumas vantagens em ser cliente. Não é um cartão de grandes vantagens, e por isso mesmo poderá servir para "puxar" o cliente para o cartão VIP, que incluirá as vantagens do cartão-cliente normal mais as vantagens associadas ao cartão VIP. O cartão VIP destina-se ao cliente regular do quiosque. É pré-pago e recarregável, e é o único que garante a entrega do jornal/revista ao domicílio.
Volto a insistir. O cartão VIP oferece vantagens suficientemente atractivas a um cliente regular do quiosque, de modo a justificar o seu pré-pagamento. Há milhares de pessoas que utilizam o prá-pago para usufrir de vantagens. Nas chamadas de telemóvel, por exemplo. Hoje em dia até já há cartões pré-pagos com minutos de estacionamento, e que se activam gratuitamente por telefone.

Outra questão. Tenho vários clientes, super regulares e da máxima confiança, que efectuam o seu pagamento apenas no final da semana ou do mês. Para estes clientes pensei em criar um cartão GOLD :) (que não figurará nesta proposta). O cartão GOLD tem as vantagens do cartão VIP e em vez de ser pré-pago, oferece um crédito de X (conforme o cliente), a liquidar quando se atinge esse valor.

Finalmente, a máquina de café.
Não sou dos que pensa que estaria a ultrapassar a gama de produtos do quiosque. Se o produto for bom e com potencial de agradar ao cliente, por que não arriscar?
Estou quase, quase convencido. A máquina é linda, pequenina, e incrivelmente barata, tendo em conta a suprema qualidade do café. Já devem conhecer. Insere-se a cápsula, fecha-se, e o melhor café do mundo, de variadíssimos sabores, está pronto a sair. Até 15 de Janeiro oferecem 50€ em cápsulas na compra da máquina. Acho que vou aproveitar e comprá-la a meias com o quiosque.
Digam lá que este distribuidor giratório de cápsulas de café não fica apetitoso ao lado da banca de jornais...

Image Hosted by ImageShack.us

Obviamente, o café sai mais barato para portadores de um cartão cliente...

Isto já vai longo. Vistam lá outra vez a camisola de cliente do quiosque e digam de vossa justiça.

P8M é a zona da cidade onde se insere o quiosque. A ideia do nome foi de um cliente-amigo.

Image Hosted by ImageShack.us
publicado por ardinario às 20:46
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.ardinario

RSS

.posts recentes

. A ORLANDA NÃO PERCEBE

. O PERFUME QUE ERA MEU

. O 11 DE SETEMBRO DOS QUIO...

. 3000 METROS OBSTÁCULOS

. Abra-se o livro!

. A vida dá muitas voltas

. À atenção dos accionistas...

. QUIOSQUE QUE LADRA NÃO MO...

. Última hora!

. O CURSO DE LÍNGUAS E O RO...

.arquivos

. Janeiro 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2013

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.links