Domingo, 17 de Agosto de 2008

Pensamento das 10 e 16 de domingo

O Luis Garcia está para a Bola como a Maddie está para o Correio da Manhã.
publicado por ardinario às 10:13
link do post | comentar | favorito
Sábado, 16 de Agosto de 2008

Recebo 10 jornais "O Jogo" por dia

Apesar de me ser inicialmente indiferente, a vitória de hoje do Sporting no Algarve tornou-se subitamente importante para o dia de amanhã no quiosque, quando me apercebo que recebo diariamente 60 Records.
publicado por ardinario às 23:13
link do post | comentar | favorito

Sete

Número de vezes que hoje ouvi a frase "isto é que é um dia de Agosto, ãh?...",
Respondi "é verdade..." por 6 vezes e "de vez em quando a chuva também faz falta" por uma vez.
E por ser um "dia de Agosto, ãh" é que eu estou com tempo para vir aqui escrever estas linhas sem qualquer interesse.
publicado por ardinario às 11:43
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008

Silly quiosque Season (2)

- Bom dia, queria um Pall Mall, por favor.
- Pall Mall não tenho...
- Não Pall Mall, dê-me então um Camel.
publicado por ardinario às 11:53
link do post | comentar | favorito

Auxiliar de memória

Posts futuros:

- Coisas que eu realmente odeio no quiosque
- O fracasso do nespresso
- Ideias que morreram
- Como montar uma mega TV num mini quiosque
- A volatilidade do DN
- Cenas olimpicas
- 10 razões para não abrir um quiosque

E outros que agora não me lembro.
publicado por ardinario às 11:30
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Agosto de 2008

Resultados até ao momento

24 Horas-7 El Pais-6
O Jogo-4 Marca-4
publicado por ardinario às 12:44
link do post | comentar | ver ardinarices (4) | favorito

Silly quiosque Season (1)

- Bom dia, vende jornais gratuitos?
publicado por ardinario às 12:38
link do post | comentar | ver ardinarices (1) | favorito
Terça-feira, 12 de Agosto de 2008

O maneta

Com o Olegário de férias e um substituto senhor maneta meu irmão… maneta, havia que encontrar uma alma caridosa que substituísse o substituto. Após reunião de emergência da gerência – eu próprio -, a escolha recaiu sobre aquele que eu considerava que desempenharia da melhor forma as funções no quiosque – eu próprio.
Doze horas depois do regresso a casa, pronto a tirar 2 dias de férias das férias, eis que me vi de volta ao quiosque, em pleno dia de Expresso.
Expresso, nem vê-lo. Do outro lado da linha, a resposta tipo nº1: “problema de impressão, o jornal chegará por volta do meio-dia”.

O substituto senhor maneta meu irmão maneta chegaria por volta das 11, para mostrar e descrever a sua lesão, obtendo assim oficialmente a necessária baixa médica. Pelas 11 e 10, o substituto senhor maneta meu irmão maneta dirige-se à montra lateral direita, e com a maneta esquerda tenta desenrascar uma revista a um cliente. O vidro parte-se sem aviso prévio.
Sábado de manhã. Um único vidraceiro na cidade. Fechado ao sábado.

Mais tarde, a cliente F. aborda o gajo:

- O que te aconteceu à mão?
- Acidente.
- E o vidro? Quem partiu?
- Eu.
publicado por ardinario às 23:53
link do post | comentar | favorito
Sábado, 9 de Agosto de 2008

Nem 1 Expresso de férias

Toda a gente sabe, mas eu venho aqui recordar, que as férias da malta dos quiosques não se medem por dias nem semanas, mas sim por Expressos. Ou seja, se o Sr.Mendonça do quiosque do jardim se ausentou duas semanas na Costa do Marfim, ele traduz o evento nestes termos: “Passei dois Expressos na Costa do Marfim que foi uma beleza!”.


Este ano resolvi tirar apenas um expressozito de férias, mas as contas saíram furadas, e nem a isso chegou. Quinta à noite recebo um telefonema do substituto senhor meu irmão, e esta coisa de receber telefonemas de um substituto senhor meu irmão, enquanto se está de férias, e ainda por cima a horas suspeitas, nunca será para me dar uma notícia do tipo “passou por cá o presidente da junta a autorizar a ampliação do quiosque para 28 metros quadrados e logo a seguir, imagina lá, lembras-te daquele cliente que se esqueceu de pagar o Sg Gigante no ano passado... veio cá, pagou a dívida com juros e prontificou-se a financiar as obras de ampliação”. Não. Foi mais algo parecido com “bati de carro, parti o 4º metacarpo da mão direita em dois sítios e tenho uma tala que vai da unha do anelar até ao cotovelo, que me impede de executar tarefas básicas, tais como despertar a braguilha ”.


- Não acredito! Então e agora??

- Agora estou com umas dores insuport...
- Então e agora o quiosque?
- Ainda por cima a mão direita... Estou mesmo com umas dores do caraç...
- Porra pá, que grande chatice! Mas ainda consegues dar uma mãozinha lá no quiosque? Mesmo só a esquerda.
- Vou tentar. Isto está um bocado inch...
- Óptimo, óptimo. Eu chego amanhã.
- O carro ficou fod...
- E será que consegues fazer o expresso no sábado?
- Consigo, mas vou demorar 5 horas. Que merda, pá. Ao princípio não me doía nada, mas...
- Merda, merda!! Pronto, eu vou no sábado...
- ...
- Como é que fizeste isso, pá? Dói-te?

p.s. - mal imaginava eu que iria ser um dos piores sábados da história do quiosque

publicado por ardinario às 23:08
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008

...

São 11 e tal da noite e escrevo estas linhas ao som de uma vaca a mugir. É bonito. Mesmo que o texto só veja a luz do dia amanhã ou depois ou para a semana – restam 17 minutos de bateria e estou sem pachorra para procurar o raio do cabo ao fundo da mala, quanto mais encontrar uma ficha, e só tenho um pauzinho de rede- , que fique registado que neste momento há uma vaca a mugir a 20 metros de mim, o que por si só é suficiente para me dar cabo da concentração e da escrita.

Bastaram 24 horas e 300 km de afastamento dos relvados do quiosque para começar a receber centenas de sms's do senhor meu irmão que me substitui nestas alturas.
Centenas talvez seja um exagero. Foi apenas um, mas elucidativo da grandeza que é representar, mesmo que temporariamente, as cores deste quiosque.
Já vamos ao conteúdo. Minutos antes recebo um telefonema “oh pá tá aqui um homem a pedir factura para uma revista. Onde está o livro das facturas? Ah, e a payshop não está a funcionar”.
Pela hora do dia, começo a imaginar a fila que se começa a formar...

Cá vai então o sms, sem qualquer censura.
...
Mesmo sem censura nenhuma.
...
Último aviso. Leia sob sua conta e risco.
...
Payshop é geral.

Revista porno para “pregar partida a um colega”.

Senhor A: “Factura para pagar uma revista?? Quem lhe fosse ao cu de manhã esvaziava os colhões de tarde que era uma categoria puta que pariu foda-se caralho!”

Lol tava com saudades disto.


Eu avisei.


Lá fora, até a vaca se calou.

publicado por ardinario às 23:38
link do post | comentar | favorito

.ardinario

RSS

.posts recentes

. A ORLANDA NÃO PERCEBE

. O PERFUME QUE ERA MEU

. O 11 DE SETEMBRO DOS QUIO...

. 3000 METROS OBSTÁCULOS

. Abra-se o livro!

. A vida dá muitas voltas

. À atenção dos accionistas...

. QUIOSQUE QUE LADRA NÃO MO...

. Última hora!

. O CURSO DE LÍNGUAS E O RO...

.arquivos

. Janeiro 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2013

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.links