Terça-feira, 24 de Janeiro de 2012

Vá-se lá entender os animais...

Ano e meio depois de decidir fazer carreira como guitarrista, eis que consigo finalmente tocar a primeira música do princípio ao fim. Com voz e tudo, tipo Paul Simon mas em bom. Começa assim a ganhar contornos a primeira tournée mundial, cujo alinhamento consistirá de apenas uma música, tocada vezes e vezes sem conta. Vamos acreditar que será possível.

 

Mas há problemas, em particular com o gato. Apesar de eu considerar, por unanimidade, a minha versão como a melhor versão de sempre do "Decomposing Trees", ao ponto de superar o original, o gato parece não partilhar da mesma opinião, o que leva a minha auto-confiança do nível "meia-hora à Benfica" para o nível "uma época à Sporting".
O que é que acontece? Simples: o gato foge sempre que eu pego na guitarra. Atenção! Não é quando começo a tocar. É quando começo a pegar. Na guitarra. Sai do quentinho da sala, despede-se do cobertor, abandona o seu recanto favorito, ignora o resto do episódio do dia do National Geographic e dirige-se para a cozinha, local que detesta, em tijoleira de aspecto frio e de entretenimento nulo. Depois finge que vai mijar.
Será que o gato não gosta de Galaxie 500? Fiz o teste. Gato no colo, Galaxie 500 no youtube. Nem se mexeu.
Será que a frequência do som das cordas interferem com seus bigodes, desorientando-o ao ponto de se instalar na cozinha? Fui ao quiosque. Um belo quiosque, por sinal. Na secção de revistas de gatos (lê-se "dentro do quiosque, ligar o computador, abrir o google e procurar por gatos audição") encontra-se algo como "A audição dos gatos é muito mais sensível do que a dos homens e cães. Seus ouvidos afunilados canalizam e amplificam os sons como um megafone". Hmmmm.... já sei. Estou a tocar muito alto e isso incomoda o bicho. E na verdade o teste no youtube foi com o som quase no mínimo.
Voltemos para casa. Gato no colo, Galaxie 500 no youtube, som a rebentar pelas costuras. Nem um simples bocejar.
Pego na guitarra... e lá vai ele. Muito xixi faz este gato.
publicado por ardinario às 22:05
link do post | comentar | favorito
10 ardinarices:
De Cantinho da Ni a 24 de Janeiro de 2012 às 22:37
Ahahah Já sabes o que tens que fazer quando te apetecer "despachar" o gato :D


De ardinario a 25 de Janeiro de 2012 às 13:08
:D Três pequenos passos:
1.Pegar
2.na
3.Guitarra


De Fábio Valente a 25 de Janeiro de 2012 às 09:05
Bom dia.

Sei que este comentário não tem nada a ver com o post que fez sobre o seu gato e a guitarra, mas era a unica forma de comunicar consigo.
Provavelmente já lhe pediram ajuda sobre este tema muitas vezes, mas não consegui encontrar resposta ao pedido de ajuda.
Cá vai. Pretendo abrir uma papelaria/tabacaria e preciso de saber qual o valor inicial que se gasta para montar um negocio destes, ou onde poderei pedir ajuda sobre todo o processo para abrir este tipo de negócio.

melhores cumprimentos


De Hortelã Pimenta a 25 de Janeiro de 2012 às 11:01
loooooooooooooolll coitado do gato!! Se calhar o gato não gosta é do som da guitarra...ou então andaste a treinar em casa e o gato ficou farto. Experimenta outro instrumento para ver se surte o mesmo efeito.


De ardinario a 25 de Janeiro de 2012 às 13:10
Outro instrumento?? Não me parece. Depois chamam-me multifacetado, génio da música, etc... e nunca mais me deixam em paz.


De Cantinho da Ni a 25 de Janeiro de 2012 às 20:34
Multifacetado já tu és :) Arranja outro instrumento e assim que lhe pegares o "messi" salta da varanda ... Ahahah lembrei-me agora de repente de uma queda (aquilo foi uma queda) que lhe correu mal e nem pegaste em instrumento nenhum :D "Messi" sofre!!! ;))


De ardinario a 26 de Janeiro de 2012 às 12:59
Ele tinha bebido nessa noite :D


De Cantinho da Ni a 26 de Janeiro de 2012 às 17:14
Ahahah pois tinha bebido muito lol Notava-se pelo odor que se sentia quando se passava perto do "wc" dele ahahah
:D Muito bom!!


De Hortelã Pimenta a 25 de Janeiro de 2012 às 22:23
Excelente!! Um génio da música e um gato ais feliz..não? Era giro... e ainda podias dar música no quiosque.. :-)


De ardinario a 25 de Janeiro de 2012 às 13:08
Mande-me um mail, que está ali no meu perfil.


Comentar post

.ardinario

RSS

.Vieram cá parar

.posts recentes

. A ORLANDA NÃO PERCEBE

. O PERFUME QUE ERA MEU

. O 11 DE SETEMBRO DOS QUIO...

. 3000 METROS OBSTÁCULOS

. Abra-se o livro!

. A vida dá muitas voltas

. À atenção dos accionistas...

. QUIOSQUE QUE LADRA NÃO MO...

. Última hora!

. O CURSO DE LÍNGUAS E O RO...

.arquivos

. Janeiro 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2013

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.links